A Cesuca contemplou três alunos do curso de Psicologia para estudar no exterior nos próximos meses.

Para a coordenadora do curso de Psicologia da Cesuca, Profa. Paola Barbosa, a oportunidade representa um grande diferencial para se inserir no mercado. “Estudar no exterior é um grande investimento. Alunos que fazem intercâmbio adquirem uma grande bagagem de conhecimento e desenvolvimento pessoal e profissional que fazem muita diferença no competitivo mercado de trabalho”, explica.

Ainda este ano, Nathássia Santos da Silva e Rayza Serafim Schmitz, bolsistas de iniciação científica de pesquisa, passarão aproximadamente um mês na University of Nebraska-Lincoln, nos Estados Unidos, onde participarão de atividades de ensino e pesquisa da universidade, graças ao convênio firmado entre as instituições. “Acredito que essa experiência irá somar de forma positiva em minha formação profissional, agregando novos olhares e formas de pensar criticamente sobre processos psicológicos em uma lógica diferente do que a que aprendemos no Brasil”, afirma Nathássia.

Em 2020, será a vez de Tiago Martins Zaniratti, selecionado por professores para realizar um semestre do curso em uma instituição do exterior pelo Programa de Bolsas Ibero-Americanas do Santander Universidades. O programa fornece 3.000 mil euros por aluno como bolsa-auxílio para cobrir os custos da viagem, além de oferecer a mensalidade isenta pelas instituições parceiras. “Creio que esse período de estudos possibilitado pela bolsa será muito positivo: outras realidades, sotaques e saberes podem servir muito bem para nossa formação profissional”, conta Tiago.